Ago 10, 2021

Roteiro de Competências e de Inovação Regional





O projeto Honey+ classificou-se em primeiro lugar, no âmbito do concurso "Montesinho International Research Awards".

Cristina Delerue-Matos, investigadora principal do projeto, fez a apresentação pública do mesmo, juntamente com Manuel Gonçalves e José Afonso (Associação de Apicultores do Parque Nacional de Montesinho), no dia 24 de julho, no Roteiro de Competências e de Inovação Regional, que se realizou em Bragança.



As apresentações decorreram ao longo de um percurso pedestre que se iniciou na aldeia espanhola de Riomanzanas, passando pela aldeia de Guadramil e culminando na aldeia de Rio de Onor.

Neste evento foi apresentada a brochura que reúne os projetos de IC&DT selecionados para a promoção de atividades de I&D a realizar na região do Parque Natural de Montesinho. No total foram submetidas 60 candidaturas, sendo que apenas 6 foram recomendadas para financiamento.




O projeto Honey+ — novas estratégias para valorizar o mel do Parque Natural de Montesinho: um bioindicador da qualidade ambiental e o seu potencial terapêutico — tem como principais objetivos:

1. Avaliar se o mel pode ser útil como bioindicador para aferir a poluição ambiental;

2. Explorar o potencial terapêutico e farmacológico do mel produzido no Parque Natural de Montesinho.



A iniciativa contou com a presença do Ministro da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, que presidiu a sessão; do Secretário de Estado da Ciência Tecnologia e Ensino Superior; da Secretária de Estado para a Valorização do Interior; do Presidente da Comissão de Coordenação da Região Norte; da Presidente da FCT e do Embaixador de Portugal em Espanha.